Arquivo da tag: tendência

Moda reciclada

Para me aprimorar, estou lendo o livro Princípios de gestão de negócios de moda, de Susan Dillon. Dentro da publicação, ricamente ilustrada e com muita informação sobre business of fashion, encontrei uma entrevista com o estilista Gary Harvey que, durante dez anos, foi diretor criativo da marca de jeanswear Levi´s. Na conversa, ele falava sobre moda e sustentabilidade.

Aí, bateu amor pelo trabalho do cara, né minha gente? Não sei se vocês sabem, mas sou totalmente a favor de uma produção de moda mais responsável e sustentável. No livro, vi que o britânico Harvey não coloca a produção ecologicamente como prioridade em suas empresas mas, sim, como uma forma de mostrar que é possível mudar o jeito de fazer se não, em pouco tempo, não teremos como produzir mais nada…

Entre os trabalhos do designer, vou destacar um vestido feito com 30 edições do jornal econômico mais importante do mundo: o britânico Financial Times. Isso leva a expressão “do luxo ao lixo” para um patamar nunca antes pensado. Além do mais, quer paradoxo melhor que ver um vestido produzido com páginas e mais páginas de um jornal que, durante muito tempo, primou pela análise de um mundo que produz sem pensar um minuto sobre de onde vem todo esse material que se transforma  era a regra. Achei um máximo.

Vestido feiro com jornais sustentado por um corpete.

Vestido feiro com jornais sustentado por um corpete.

Trouxe para vocês verem um vídeo onde um desfile com um vestido verde todo confeccionado por Gary Harvey com embalagens plásticas de comida é mostrado. Legal, né? Durante a pesquisa, li também que as criações do estilista já estiveram até no tapete vermelho do Oscar. Coisa fina, né?

Reciclagem é tendência!

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos, Moda, Negócios

Inspiração: camisa branca

Outro dia me disseram que uma mulher deve ter no armário uma bolsa resistente, um sapato elegante, um vestido preto e uma linda camisa branca. Pensando nisso, vou fazer delas, as camisas brancas, inspiração para hoje.

Começo apresentando um look descontraído. A saia estampada deixa tudo leve, combinando muito com os colares, que ficam por baixo da gola. Opção bacana para quem vai pegar um cineminha com o namorado em uma linda tarde de domingo.

Camisa branca um

Agora um modelo para as mais alternativas. É verdade que este look não é composto por uma camisa branca clássica. Me parece mais uma blusa branca ou até mesmo uma regata. Mas também está lindo, porque deixa tudo leve. O chapéu provoca suspiros. Não sei qual é o tecido da saia, mas esvoaçando assim dá um charme especial.

camisa branca dois

Para as clássicas, a próxima opção é a melhor de todas! Calça preta com camisa branca, tudo harmonioso e equilibrado, não deixando de ser uma combinação sempre atual, para amar pelo resto da vida. E, por falar em modernidade, repararam como a moça se locomove? Quer coisa mais moderna que usar uma camisa branca clássica sendo ecologicamente correto andando de bicicleta?

camisa branca três

#Ficaadica!

Deixe um comentário

Arquivado em Inspiração

Inspiração: lenços

Hoje cedo tinha uns problemas para resolver mas estava em um #badhairday. Situação complicada de solucionar em pouco tempo, já que meus cabelos são cacheados. Vivendo essas experiências, aprendi que um belo lenço salva a pátria. Aí, fiquei com essa ideia na cabeça e vou fazer dela a inspiração de hoje.

A primeira sugestão é justamente um lenço colocado na cabeça. Não fiz dessa forma, porque não sei amarrações complexas, mas achei tão bonita que resolvi trazer para vocês. Quem sabe alguém não aprende e me ensina depois? Ah, esta foto não lembrou africanas e seus lenços exuberantes?

LençoUm

A próxima é uma sugesta original, para as mocinhas que tem carisma e estilo. Este lenço grande foi colocado como um poncho. Quem não conhece a peça clique aqui. Não sei se esquenta, mas que dá um up no visual, isso com certeza. Vendo a foto me lembrei do colorido das mexicanas

LençoDois

A próxima sugestão me deixou em dúvida: será um lenço ou um cachecol? Como os dois são parentes, resolvi publicar porque é o pescoço o lugar onde os lenços normalmente são encontrados. Além disso, a moça da foto tem uma pegada rocker, provando que o acessório cabe em todos os estilos.

LençoTres

Enquanto escrevia o texto e separava as referências, fui me lembrando de culturas nas quais o lenço está presente. Podemos encontrar seus vestígios nos africanos, mexicanos e até árabes. Prova de que o acessório é antigo, clássico e democrático.

Pensaram que acaba aqui? Não!

Separei um vídeo que ensina algumas amarrações para vocês se inspirarem. Espero que gostem!

Deixe um comentário

Arquivado em Inspiração

Roupa de passeio

Eu amo ler revistas de moda. Foi assim que me encantei pelo assunto. Aí, nas minhas andanças, achei uma blusa com estampa de… Capa de revista!
Para completar minha felicidade com o resultado desta produção, encontrei uma bolsa de franja, meu desejo mais recente. No fundo do meu coração vive uma hippie. kkkkk

image

image

image

image

Desculpem a falta de cabeça em algumas fotos mas minha irmã Malena, a fotógrafa oficial aqui, não estava muito inspirada.
Outro aviso: nos próximos dias o bloguito andará devagar. Vou fazer uma viagem de férias e não sei como ficarão as coisas. Tenham paciência.
🙂

2 Comentários

Arquivado em Roupa de passeio

Velha roupa nova

Já repararam como peças conhecidas do nosso guarda-roupa ganham novos nomes no mundo da moda?

Veja só:

Antigamente, a cor era bege. Agora é nude.

Bege claro, bege escuro, bege.. ops, nude! (Fonte: reprodução.)

Bege claro, bege escuro, bege.. ops, nude! (Fonte: reprodução.)

Antes as pessoas do roque usavam tachinhas. Agora aplicam spikes na roupa.

Um sapato decorado. (Fonte: reprodução.)

Um sapato decorado. (Fonte: reprodução.)

Você levava um casaquinho na bolsa. Hoje é um cardigan que te protege.

Cardigan, um casaquinho de lã. (Fonte: reprodução.)

Cardigan, um casaquinho de lã. (Fonte: reprodução.)

Você costumava calçar um tênis com salto. Agora é um snicker que você usa.

O tênis com salto, ou o snicker. (Fonte: reprodução.)

O tênis com salto, ou o snicker. (Fonte: reprodução.)

A cor da estação era laranja, mas mudou para coral.

Um laranja... coral! (Fonte: reprodução.)

Um laranja… coral! (Fonte: reprodução.)

A moda muda. Rápido. Isso acontece porque todos nós precisamos de novidades; somos movidos pelo novo e para o novo. Entendendo isso a indústria fashion produz lançamentos que, no fim das contas, não passam de tendências recicladas e renomeadas.

Com novas roupagens itens conhecidos despertam o desejo, fazendo a roda do consumo girar. A moda não é vilã por isso. Mas é interessante que nós, compradores de estilo, saibamos perceber que um casaquinho é um casaquinho.  Para o corpo não importa se o chamamos de cardigan ou de casaqueto.

2 Comentários

Arquivado em Comportamento, Moda

Brega

Primeiro, tenho que pedir desculpas pelo sumiço dos últimos dias. Acontece que consegui, sozinha, protagonizar um feito inédito: pifei, no mesmo dia, praticamente ao mesmo tempo, os dos computadores que tenho em casa. Sou uma gênia só que ao contrário. Perdoem-me. E fiquem felizes, eles passam bem. Agora contem, sentiram minha falta?

Passado o episódio, voltemos a programação normal. Há tempos venho pensando, cá com meus botões, sobre o que significa ser brega. Curiosa, fui ao dicionário. Li que brega significa “deselegante, cafona, quem tem mau gosto”. Depois, dei um pulinho na Wikipédia. Lá, brega é alguém que “não se enquadra nas regras, usando excessos e extravagâncias”. Para o Google, isso é brega:

Até que o Google entende de moda. (Fonte: Reprodução.)

Até que o Google entende de moda. (Fonte: Reprodução.)

Para mim brega é uma pessoa única e corajosa. A primeira pessoa em que penso é Carmen Miranda. Nascida em Portugal, mas multiplicadora da cultura brasileira em todo o mundo no começo do século passado, a pequena notável contava músicas alegres, vestindo enormes tamancos e arranjos de cabeça enfeitados com frutas tropicais. Um espetáculo ambulante. Veja o vídeo abaixo.

Hoje, penso que o nome mais associado ao brega é de Gaby Amarantos. Conhecida como Beyoncé do Pará, a cantora se apresenta com roupas exuberantes e chamativas. Em situações mais calmas, como entrevistas, sempre a vejo com peças nada básicas, carregadas de brilhos e plumas. Gaby gosta de chamar atenção por onde passa. Veja o clipe de Xirley.

Analisando o brega

Por que essas mulheres me lembram o brega e por que provocam reações de amor e ódio? Minha opinião: elas, e outras tantas, representam a vontade de chamar atenção que muitas mulheres escondem. Todo mundo, em algum momento da vida, quis ser visto e lembrado. E é, também, através das roupas que Gaby Amarantos e Carmen Miranda demarcam seu espaço.

Gaby Amarantos

Gaby Amarantos e suas penas e paetês (Fonte: reprodução.)

Outra coisa que liga as duas artistas ao brega é a opção pela transgressão. Mesmo hoje, com a moda menos ditatorial, existem regras que muitas pessoas seguem. Um exemplo é a máxima do “menos é mais”. Quando alguém tem coragem de usar plumas e paetês, tudo ao mesmo tempo agora, quebrando regras, isso chama atenção e provoca certa inveja. Vontade de ter coragem de ousar.

A pena notável Carmen Miranda (Fonte: reprodução.)

A pena notável Carmen Miranda (Fonte: reprodução.)

O gosto pela extravagância fez Carmen Miranda, que em sua época deve ter sido apedrejada por algumas mulheres, entrar para a história. Acho que hoje Gaby Amarantos, que é censurada por uma porcentagem feminina, também tem grandes chances de entrar para a história do mundinho fashion.

Não quer ser brega para ter estilo e ser lembrada? Tudo bem. Eu também não me visto como as mulheres desse texto. Mas tento usar o que me faz bem e o que acho que me cai melhor. Ainda que alguns não gostem. Esta atitude também é corajosa. Durante o processo erramos e acertamos, mas não devemos ter medo de tentar. Se ficar brega, tudo bem. Você fez história!

Deixe um comentário

Arquivado em Comportamento, Moda