Arquivo da tag: SPFW

Viagem ao centro do mundo “das modas”

Oi pessoal, como é que vão essa força, heim? Eu de cá estou bem, me arrastando pra dar conta dessa segunda-feira, mas, enfim… Tá tudo certo. Como disse semana passada, dei um pulinho lá no São Paulo Fashion Week e, gente, foi espetacular! Tudo acontece mesmo na hora certa e penso não haver tempo melhor para esse acontecimento. Além do mais, dizem que quem tem amigos nesse mundo tem tudo, né? Acho que é isso mesmo.

Turistando no SPFW!

Turistando no SPFW!

Fui acompanhar o desfile da marca mineira Apartamento 03 que, pela primeira vez, está no line up no São Paulo Fashion Week, apesar de já ser veterana no Minas Trend, evento modístico aqui de BH. Pessoal, confesso que quando coloquei meus pezinhos na sala de desfiles do Parque Candido Portiniari meu coração começou a bater forte e minhas pernas tremeram.

Foi como encontrar um grande amor, de fato… Há muito tempo sonhava em participar dessa festa e já tentei convites de várias formas. Sabe, sou do tipo que cria as oportunidades e não fica esperando apenas acontecer. Até porque, como diz a música “quem sabe faz a hora, não espera acontecer”.

Quanto ao desfile em si, achei a coisa mais linda. Um coleção pé no chão e conceitual, tudo ao mesmo tempo. Adorei ver a evolução dos looks com um quê de japonismo desfilando na passarela. A cartela de cores era realmente bem invernal: preto, cinza, verde petróleo, algumas pitadas de estampas amarelas…

Lindeza da vida!

Lindeza da vida!

Outro ponto interessante foi o investimento em uma pegada esportiva com interessantes mochilas conceituais. Os recortes das roupas, secos porém fluídos, deram o toque que faltava. Em suma: Luiz Cláudio arrasou na passarela do SPFW e não perdeu sua identidade após se juntar á poderosa Patrícia Bonaldi. Não sei se terei outra oportunidade de conferir de perto os desfiles da semana de moda paulistana. Mas, posso dizer com certeza que esse sonho já foi realizado. Então, podem vir os próximos!

2 Comentários

Arquivado em Evento, Moda

SPFW aí vou eu!

Sabe, minha gente, eu tenho alguns sonhos na vida: conhecer Londres, arrumar um namorado bacana, ir ao São Paulo Fashion Week, andar de helicóptero… Sim, uma das vontades que tenho nessa vidinha incerta é caminhar divando nos corredores da semana de moda mais importante da América Latina. Isso desde que comecei a mexer com moda, na verdade.

Daí que amanhã vou realizar esse sonho. Consegui, através de uma grande amiga, um convite para o desfile da marca mineira Apartamento 03. Estou animadíssima mesmo sabendo que vou enfrentar oito horas de viagem até a terra da garoa em um busão porque as passagens de avião estavam caras.

Mas, sabem, para mim esse passeio tem um gostinho de vitória muito especial. Pode parecer bobagem, mas vocês já vão entender: acontece que para uma observadora das modas como eu, que possuí algumas deficiências e limitações, se inserir nesse mundo onde existe a obrigação do perfeito é muito difícil.

Primeiro porque muita gente não acredita em você, no seu trabalho e possibilidades, e segundo porque, como não está nesse padrão surreal de beleza, existe uma dificuldade muito grande de imersão. É como se você tivesse que provar a todo tempo que é bom e que serve sim para habitar o mundinho fashion.

Essa faceta da moda é bem cruel, mas super palpável para que os que se dão ao trabalho de arreganhar os olhos, ou seja, poucos mortais. Por isso hoje, mesmo percebendo que a semanas de moda estão virando um espetáculo de selfies vazias e um circo onde se dá bem quem aparece mais, fico muito feliz de ter teimado o suficiente para conseguir estar lá amanhã. É como se fosse uma conquista, sabe assim?

Então, por favor, bora torcer para que tudo dê certo na sexta-feira, para que eu consiga chegar direitinho em São Paulo, para que minha roupa/look do dia não amarrote dentro da mochila, para que eu não me perca ruma ao local dos desfiles. A vida, minha gente, é feita de pequenas conquistas que um dia vão acabar em algo grandioso. E, se existe 1% de chance de concretizar um sonho é a essa probabilidade mágica que eu me agarro. E vamos logo colocar a armadura de jornalista de moda poderosa porque a vida é linda demais!

E lá vou eu!

E lá vou eu!

6 Comentários

Arquivado em Moda, Negócios

As semanas de moda que você não conhece

Quando a gente começa a se embrenhar pelo mundinho fashion, acha que moda, no Brasil, só no sudeste. Para ser mais exata em São Paulo. Mas a banda não toca só essa música, pessoas.

A indústria da moda produz em todos os lugares, para todos os tipos de gostos, bolsos e pessoas.  Afinal, quando a coisa é democrática, a tendência é que renda mais.

Percebendo isso vou falar sobre o mundinho fashion nordestino, onde estive há pouco. Começarei pelo Piauí, considerado o 9º polo de moda do Brasil segundo dados do Sindicato das Indústrias do Vestuário e Calçados do estado.

Como o lugar é extremamente quente, as roupas são voltadas para o verão, que dura o ano todo. Separei essa foto da Semana de Moda realizada em Teresina, capital do estado, em 2010.

Peças da marca Vista Modas (Fonte: Cidade Verde)

Peças da marca Vista Modas (Fonte: Cidade Verde)

Outro evento fashion interessante que acontece por lá, precisamente em Fortaleza, Ceará, é o Dragão Fashion. Adoro esse nome. Bem inusitado para uma semana de moda. Lá temos a presença marcante de novidades e um espaço para reflexões “modísticos”.

Chique e artesanal. (Fonte: reprodução.)

Chique e artesanal. (Fonte: reprodução.)

Por fim, e não menos importante, o nordeste também é produtor do Bahia Moda Design, que, como o nome diz, se localiza em Salvador, Bahia. A iniciativa não mostra apenas desfiles, mas exposições, palestras e eventos voltados para os produtores de moda; profissionais, indústrias e criadores.

Criação de Vitorina Campos. (Fonte: Bahia Fashion Design

Criação de Vitorina Campos. (Fonte: Bahia Fashion Design.)

Diferente das semanas de moda realizadas em São Paulo e Rio de Janeiro, que misturam glamuor com negócios, e se expandem para o mundo, esses eventos têm caráter regional e focam em negócios nacionais.

Depois de tanto escrever, eis minha conclusão: a moda brasileira não se resume ao que se usa na praia. É artesanal e tecnológica, está em muitos lugares. Acho importante saber o que se passa em outras bandas para vermos que existe vida além do São Paulo Fashion Week.

Deixe um comentário

Arquivado em Evento, Negócios