Arquivo da tag: São Paulo Fashion Week

Viagem ao centro do mundo “das modas”

Oi pessoal, como é que vão essa força, heim? Eu de cá estou bem, me arrastando pra dar conta dessa segunda-feira, mas, enfim… Tá tudo certo. Como disse semana passada, dei um pulinho lá no São Paulo Fashion Week e, gente, foi espetacular! Tudo acontece mesmo na hora certa e penso não haver tempo melhor para esse acontecimento. Além do mais, dizem que quem tem amigos nesse mundo tem tudo, né? Acho que é isso mesmo.

Turistando no SPFW!

Turistando no SPFW!

Fui acompanhar o desfile da marca mineira Apartamento 03 que, pela primeira vez, está no line up no São Paulo Fashion Week, apesar de já ser veterana no Minas Trend, evento modístico aqui de BH. Pessoal, confesso que quando coloquei meus pezinhos na sala de desfiles do Parque Candido Portiniari meu coração começou a bater forte e minhas pernas tremeram.

Foi como encontrar um grande amor, de fato… Há muito tempo sonhava em participar dessa festa e já tentei convites de várias formas. Sabe, sou do tipo que cria as oportunidades e não fica esperando apenas acontecer. Até porque, como diz a música “quem sabe faz a hora, não espera acontecer”.

Quanto ao desfile em si, achei a coisa mais linda. Um coleção pé no chão e conceitual, tudo ao mesmo tempo. Adorei ver a evolução dos looks com um quê de japonismo desfilando na passarela. A cartela de cores era realmente bem invernal: preto, cinza, verde petróleo, algumas pitadas de estampas amarelas…

Lindeza da vida!

Lindeza da vida!

Outro ponto interessante foi o investimento em uma pegada esportiva com interessantes mochilas conceituais. Os recortes das roupas, secos porém fluídos, deram o toque que faltava. Em suma: Luiz Cláudio arrasou na passarela do SPFW e não perdeu sua identidade após se juntar á poderosa Patrícia Bonaldi. Não sei se terei outra oportunidade de conferir de perto os desfiles da semana de moda paulistana. Mas, posso dizer com certeza que esse sonho já foi realizado. Então, podem vir os próximos!

2 Comentários

Arquivado em Evento, Moda

SPFW aí vou eu!

Sabe, minha gente, eu tenho alguns sonhos na vida: conhecer Londres, arrumar um namorado bacana, ir ao São Paulo Fashion Week, andar de helicóptero… Sim, uma das vontades que tenho nessa vidinha incerta é caminhar divando nos corredores da semana de moda mais importante da América Latina. Isso desde que comecei a mexer com moda, na verdade.

Daí que amanhã vou realizar esse sonho. Consegui, através de uma grande amiga, um convite para o desfile da marca mineira Apartamento 03. Estou animadíssima mesmo sabendo que vou enfrentar oito horas de viagem até a terra da garoa em um busão porque as passagens de avião estavam caras.

Mas, sabem, para mim esse passeio tem um gostinho de vitória muito especial. Pode parecer bobagem, mas vocês já vão entender: acontece que para uma observadora das modas como eu, que possuí algumas deficiências e limitações, se inserir nesse mundo onde existe a obrigação do perfeito é muito difícil.

Primeiro porque muita gente não acredita em você, no seu trabalho e possibilidades, e segundo porque, como não está nesse padrão surreal de beleza, existe uma dificuldade muito grande de imersão. É como se você tivesse que provar a todo tempo que é bom e que serve sim para habitar o mundinho fashion.

Essa faceta da moda é bem cruel, mas super palpável para que os que se dão ao trabalho de arreganhar os olhos, ou seja, poucos mortais. Por isso hoje, mesmo percebendo que a semanas de moda estão virando um espetáculo de selfies vazias e um circo onde se dá bem quem aparece mais, fico muito feliz de ter teimado o suficiente para conseguir estar lá amanhã. É como se fosse uma conquista, sabe assim?

Então, por favor, bora torcer para que tudo dê certo na sexta-feira, para que eu consiga chegar direitinho em São Paulo, para que minha roupa/look do dia não amarrote dentro da mochila, para que eu não me perca ruma ao local dos desfiles. A vida, minha gente, é feita de pequenas conquistas que um dia vão acabar em algo grandioso. E, se existe 1% de chance de concretizar um sonho é a essa probabilidade mágica que eu me agarro. E vamos logo colocar a armadura de jornalista de moda poderosa porque a vida é linda demais!

E lá vou eu!

E lá vou eu!

6 Comentários

Arquivado em Moda, Negócios

O mundo anda tão complicado

Observem a foto.

Fonte: FFW/Terra

Fonte: FFW/Terra

Quem me mostrar onde está o racismo e a falta de respeito aí, nessa foto, ganha um doce. Não entendeu? Eu explico tudo, acompanhe: esta foto foi retirada do desfile apresentando por Ronaldo Fraga nesta edição do São Paulo Fashion Week. A inspiração aqui é o futebol dos anos 1930, 1940 e 1950, época em que os negros firmaram seu espaço e competência no esporte britânico.

Com beleza assinada por Marcos Costa, a ideia era apresentar um make leve, que deixasse as modelos com cara de saudável e bem-nutridas. Nos cabelos, uma peruca feita com palha de aço; a intenção era homenagear os negros e seus cabelos, já que é mérito deles a popularização e glorificação do futebol em nosso país.

Fonte: FFW/Terra

Fonte: FFW/Terra

Agora chegamos ao ponto onde vocês vão entender tudo. Vendo a palha de aço no cabelo das modelos, algumas pessoas viram nessa ideia traços de discriminação explícita por porta dos brancos pelos negros, com requintes de preconceito e racismo. Eu não sei o que Ronaldo Fraga comentou algo sobre o fato, se é que comentou, mas eu sei o que eu penso.

Antes de qualquer coisa, preciso falar que essa é só minha opinião, tá? Gente, isso de as modelos usarem na cabeça essas perucas é uma homenagem, alô?! Eu sinceramente acho que ninguém quis atacar ou atingir ninguém no desfile. Absurdo seria se o Ronaldo obrigasse as modelos de cabelo cacheado a alisar seus fios para desfilar na passarela. Alguém te obrigar a negar suas características para você ter permissão de participar de algo é que é uma tremenda falta de respeito.

Vivemos em uma época em que as pessoas se sentem atingidas muito facilmente. Ultimamente, alguém sempre acha que isso ou aquilo aconteceu, ou foi feito, para atingir uma determinada parcela da sociedade. Que tal todo mundo viver suas vidas felizes e contentes, se respeitando honestamente?

Expor a opinião é saudável, mas tudo em exagero faz mal. É preciso saber interpretar e pensar para depois reclamar com embasamento e sustentabilidade. Verdade que a moda, ás vezes, comete atrocidades, mas esse, na minha humilde opinião de observadora do mundinho fashion, não foi o caso.

Deixe um comentário

Arquivado em Comportamento

São Paulo Fashion Week, uma história

Minha gente, cá estou eu falando de São Paulo Fashion Week, como todos na blogosfera. Mas, né, tem como não admirar um evento gigante como esse? Por algumas vezes eu quase fui trabalhar lá. Ainda não deu certo, mas já já vou colocar meus lindos pezinhos jornalísticos no prédio da Bienal, onde tudo acontece. Enquanto não chego lá, vamos comentando.

Foto da amiga Analice Campos, do blog Wonderlandee.

Foto da amiga Analice Campos, do blog Wonderlandee.

Pensei em fazer as coisas um pouquinho diferentes por aqui. Vocês sabem que em época de SPFW todas as blogueiras phynas e rycas postam fotos dos principais desfiles e comentam as tendências que serão hit do momento. Falando nisso, gosto muito das coisas que a Helô Gomes, do Sanduíche de Algodão, posta. Ok, bacana, legal. Mas, para ser um tantinho diferente, e porque não estou lá, vou contar hoje a história por trás do mito.

Quando nasceu, o São Paulo Fashion Week se chamava Phytoervas Fashion e nem de longe se parecia com o formato que vemos hoje. Depois, foi crescendo, ganhou prestígio e, em 2001, mudou o nome para São Paulo Fashion Week. Desde os tempos de Phytoervas Fashion até hoje tudo é coordenado por Paulo Borges. Já vi uma palestra dele, realmente um cara inteligente e visionário.

Os Irmãos Campana fizeram a cenografia esse ano. Materias reciclaveis foram destaque.

Os Irmãos Campana fizeram a cenografia esse ano. Materias recicláveis foram destaque.

Falando como humilde observadora do mundinho fashion, penso que o principal mérito do SPFW foi ter mostrando ao mundo que o Brasil é sim capaz de produzir moda. Somos criativos, grandes e competentes. Só faltava um empurrãozinho. Além disso, essa, que é, sem dúvida, a maior semana de moda da América Latina, também deixou tudo organizado por aqui, criando ao seu redor uma verdadeira indústria que faz girar milhões de pilas em diferentes moedas.

Então, era isso que eu queria conversar hoje. Ainda essa semana volto para comentar algumas das coisas que achei mais legais durante os dias de evento. Bjobjo e inté!

Deixe um comentário

Arquivado em Evento