Arquivo do mês: novembro 2013

Em reforma

Pessoal, hoje não teremos inspiração, ou qualquer outra coisa que não diga nada a respeito de moda, como é o costume. Vou apenas prestar um esclarecimento. Sabe, há um ano me formei em jornalismo, mas ainda não encontrei meu lugar no mercado. Estou sempre tentando, sempre procurando uma vaga. Não dizem que “água mole em pedra dura tanto bate até que fura”? Pois então, é isso que venho fazendo nesses doze meses de estrada.

Mas ainda não tive minha recompensa. Acredito honestamente que todos nós temos uma missão, alguma coisa para aprender nessa vida, uma espécie de lição, sabe assim? Além disso, nem tudo vem na hora em que queremos, elas aparecem quando tem que vir, em um tempo que não é nosso. É me agarrando a essas duas coisas que sigo em frente, na árdua tarefa de ser jornalista.

E é por isso que precisarei dar um tempo nesse espaço que tanto amo. Estou estudando para um concurso que pode significar o começo de minha carreira profissional. Não pensem que a culpa é de vocês, caros leitores e leitoras. Conversar com todos me faz imensamente feliz. Mas, agora, nesse próximo mês, precisarei me dedicar exclusivamente ás matérias do concurso. Minha gente, é duro admitir mas, por enquanto, meu sonho de ser jornalista de moda não paga minhas contas. E, como o mundinho fashion não está fazendo isso por mim – ainda, que fique claro – preciso correr atrás de algo que dê conta do recado, das faturas, dos boletos…

Por favor, me desejem boa sorte. Eu preciso começar a ser logo jornalista, antes que o tempo se esgote e eu precise começar tudo de novo, sem saber ao certo nem como, nem por onde. Aproveitando, obrigada por tudo nesse um ano de bloguito. Refletir sobre moda nesse espaço com certeza me fez uma pessoa melhor, mais crítica e pé no chão. Em breve nos reencontraremos. Quem sabe eu não tenha novidades? Torçam por mim, afinal tudo é possível para os que lutam com vontade. Bjim, inté!

Até breve, meu povo!

Até breve, meu povo!

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Som de sexta: TK Tunstall

Hoje o som é da KT Tunstall, para as garotas que querem dominar o mundo.

A moça que quer dominar o mundo!

A moça que quer dominar o mundo!

Curtiu?

Deixe um comentário

Arquivado em Som de sexta

O casaquinho preto: moderno e antigo que agradam

Queridos, vocês sabem que amo a cor preta e admiro as criações da casa Chanel, certo? Pois bem, então quando chega ao Brasil uma exposição que celebra a jaquetinha de tweed negro idealizada por Coco Chanel em 1945, posso eu ficar quieta e não dar minha humilde opinião? Claro que não!

chanel um

Falo da exposição The Little Black Jacket, com de fotografias do mil e uma utilidades – “kaiser da moda” nas horas vagas – Karl Lagerfeld, que registrou famosos de diversas partes, em inúmeras poses, usando a célebre ideia de mademoiselle Chanel. A mostra, que se originou de um livro, já passou por diversas cidades importantes no circuito mundial e São Paulo é a penúltima parada.

chanel dois

É impressionante a capacidade do diretor criativo Karl de reinventar coisas que, se analisarmos friamente, já estão batidas há muito tempo. Quando você pensa que Chanel caiu na mesmice vem ele e PÁ, faz o milagre de transformar água em vinho. E com o caso do casaqueto preto não é diferente; o objetivo aqui é mostrar que, apesar de ter mais de 50 anos, a peça é versátil e ficará ótima com seu vestido de festa, ou seu jeans milimetricamente surrado.

chanel tres

Claro, se você pagar 10 mil reais por um exemplar, mas essa discussão não cabe agora. O que preciso compartilhar com vocês é meu deslumbramento com a capacidade de reinventar, produzindo desejo e conquistando legiões de fãs que se quer sabem quem foi Gabrielle Chanel que a moda e seus dirigentes tem o poder de organizar. Uma ideia simples, que produz efeito.

chanel quatro

Então, se você estiver de bobeira na terra da garoa, vai lá ver a exposição The Little Black Jacket. Uma aula de história da moda, de marketing, de fotografia. Enfim, de tudo que faz a gente pensar sobre esse lindo monstro que é a moda.

Deixe um comentário

Arquivado em Comportamento, Evento, Negócios

Roupa de passeio

Ei gente!

Hoje não vou escrever muito, deixarei que a imagem fale por mim. Não dizem os entendidos que “uma imagem fala mais que mil palavras”? Pois bem. Sempre ouço que saias e vestidos longos não são boas para mulheres pequenas, meu caso. Esse look vem para tombar essa teoria. É claro que nós, pequeninas, precisamos tomar alguns cuidados: preferir peças com uma única cor, para criar uma linha vertical na silhueta, não optar por estampas gigantes, já que elas diminuem a estatura… Coisas assim. Mas, nada nós impede de usar o longo. Eu, sou suspeita para falar. Amo roupas assim. E aí, curtiram?

Linda...

Linda…

Deslumbrante...

Deslumbrante…

Humilde e modesta, claro.

Humilde e modesta, claro.

2 Comentários

Arquivado em Roupa de passeio

Inspiração: blusa xadrez na cintura

Olá pessoal, tudo bem?

A inspiração de hoje é perfeita para nosso clima, louco. Afinal de contas você nunca sabe qual temperatura vai fazer quando chegar em casa no fim do dia. Já vi pessoas que andam com uma roupa de calor e outra de frio dentro da bolsa, para não perder o bonde do tempo. Tá ficando complicado viver nesse planeta, minha gente! Fatos ecológicos à parte, vou dar uma dica para você, que quer se proteger do clima maluco, sem perder o charme: as blusas xadrezes amarradas na cintura.

Começo os trabalhos com uma moça que curte a pegada moderna, dentro das tendências. Nesse caso a terceira peça caí como uma luva, bote reparo. Veja que a calça é texturizada, algo que parece o couro de uma cobra. A blusa, caidinha nos ombros, dá despojamento ao resultado final.

Antenada.

Antenada.

Aqui uma ideia para uma mocinha que curte a pegada roque. A padronagem de xadrez faz uma brincadeira interessante com a touca. O resto da composição é preta, com uma bota longa, uma calça bem justinha e blusas pesadas para proteger do frio e da neve. Aqui a blusa virou um complemento interessante.

Roqueirinho.

Roqueirinho.

A última opção mostra uma garota antenada, que se vestiu e saiu, sem se preocupar muito com a composição do look. Ela queria conforto, por isso investiu em peças de cores clássicas e em um tênis bem podrinho. Apesar de despojado, achei a super válida para aqueles dias de pouca vontade.

Despojada.

Despojada.

E então, bora investir na blusa xadrez amarrada displicentemente na cintura?

Deixe um comentário

Arquivado em Inspiração

Som de sexta: When I Was Your Man

Olá garotas e garotas que leem esta bagaça, tudo bem?

Hoje, em especial, vou falar com as meninas que estão aí, em frente ao computador. É que esta semana conheci uma música do Bruno Mars chamada When I Was Your Man. Estão dizendo a canção toca até na novela das oito, que passa as nove, mas como quase não acompanho os folhetins, não fiquei sabendo.

Bruno Mars todo trabalhado no dourado.

Bruno Mars todo trabalhado no dourado.

Escolhi a música para hoje para ilustrar uma situação que, eu sei, você amiga já passou ou já viu uma amiga passar e ficou morrendo de inveja da moça. Sabe quando aquele cara apronta todas e, para completar, ainda não tem a capacidade de se levantar para dançar com você nas festas? Pois bem, e sebe quando ele se arrepende das besteiras, mas aí já está na parada um namorado bem mais competente que o antigo dito cujo? Pois bem, é exatamente disso que When I Was Your Man fala.

Achei digno. E vocês?

Deixe um comentário

Arquivado em Som de sexta

Ahá! Uhu! Bloguito eu vou comer seu bolo!

Pessoal, essa semana o bloguito comemora seu primeiro ano de vida. Mas, não tenho promoções, ou sorteio de produtinhos. Também não estou organizando uma festa de arromba, queridos leitores. Ao invés disso, preciso agradecer sinceramente a todos que leem e visitam esse espaço. Sem vocês, minhas reflexões seriam apenas palavras ao vento, como diria a saudosa Cássia Eller.

 No início, o Não É Sobre Moda não passava de uma vitrine para que eu pudesse mostrar meu trabalho como jornalista. Queria apenas ser vista, para, enfim, iniciar uma promissora carreira. Além disso, sentia falta de um espaço pensante na blogosfera brasileira de moda; nada contra o look do dia ou o esmalte da semana. Só acho que podemos ir além, sem perder o charme das futilidades. É como dizem, precisamos de pão, circo e livros…

Mas a cada comentário, a cada seguidor, senti que, para alguns, minhas humildes e tresloucadas opiniões servem de informação. E isso me deixa tão feliz. É por isso que hoje quero – de verdade – muito obrigada a todos os leitores que passaram, passam ou passarão por este endereço. Sem vocês, o bloguito não seria possível. Caso tenham sugestões, críticas ou ideias para a melhoria desse espaço, não hesitem em falar. E que mais anos venham, para nossa alegria! PARABÉNS PRA NÓS!

Parabéns!

Parabéns!

Deixe um comentário

Arquivado em Evento