Arquivo do mês: janeiro 2013

Inspiração: lenços

Hoje cedo tinha uns problemas para resolver mas estava em um #badhairday. Situação complicada de solucionar em pouco tempo, já que meus cabelos são cacheados. Vivendo essas experiências, aprendi que um belo lenço salva a pátria. Aí, fiquei com essa ideia na cabeça e vou fazer dela a inspiração de hoje.

A primeira sugestão é justamente um lenço colocado na cabeça. Não fiz dessa forma, porque não sei amarrações complexas, mas achei tão bonita que resolvi trazer para vocês. Quem sabe alguém não aprende e me ensina depois? Ah, esta foto não lembrou africanas e seus lenços exuberantes?

LençoUm

A próxima é uma sugesta original, para as mocinhas que tem carisma e estilo. Este lenço grande foi colocado como um poncho. Quem não conhece a peça clique aqui. Não sei se esquenta, mas que dá um up no visual, isso com certeza. Vendo a foto me lembrei do colorido das mexicanas

LençoDois

A próxima sugestão me deixou em dúvida: será um lenço ou um cachecol? Como os dois são parentes, resolvi publicar porque é o pescoço o lugar onde os lenços normalmente são encontrados. Além disso, a moça da foto tem uma pegada rocker, provando que o acessório cabe em todos os estilos.

LençoTres

Enquanto escrevia o texto e separava as referências, fui me lembrando de culturas nas quais o lenço está presente. Podemos encontrar seus vestígios nos africanos, mexicanos e até árabes. Prova de que o acessório é antigo, clássico e democrático.

Pensaram que acaba aqui? Não!

Separei um vídeo que ensina algumas amarrações para vocês se inspirarem. Espero que gostem!

Deixe um comentário

Arquivado em Inspiração

Tudo tem dois lados

Pensei muito antes de escrever, mas não resisti. Tinha que falar sobre o editorial da Vogue America cujo tema é: Furacão Sandy. Não sou advogada, portanto não estou acusando ou defendendo. Sou jornalista e meu dever é pensar.

EditorialVogueSandyUm

Pausa para contextualização: em 28 de outubro de 2012 o Furacão Sandy atacou a costa leste dos Estados Unidos. Entre os estados afetados estava Nova York. Na cidade de Nova York, a maior do estado, a redação da Vogue América está.

Revistas são veículos formadores de opinião sobre o tema do qual tratam. Com a moda não é diferente. Há revistas que gostam desse ou daquele estilista. Outras apoiam determinado movimento, outras não. Elas têm um papel no meio social ao qual pertencem.

A intenção da Vogue era refletir sobre o acontecido. Talvez até homenagear quem atendeu as vítimas, como bombeiros e soldados. Repare nas fotos que trouxe para vocês. Com a iniciativa eles podem tentar ajudar quem ainda precisa. Ou seja: mostrar aos leitores que a tragédia existiu, mas que as coisas podem melhorar e que existem pessoas para ajudar.

EditorialVogueSandyDois

O editorial pretendia mostrar algo, formar uma opinião. Moda não é apenas “o bem vestir”, mas um fenômeno sociológico. Porém, existe outro lado: moda também é indústria. Vive de despertar desejo nas pessoas para que mercadorias sejam vendidas, fazendo a roda girar.

Como observadora do mundinho fashion reconheço que pode parecer esquisito ver uma tragédia retratada assim, com belos vestidos, nomes de marcas famosas e preços inacessíveis para muitos. Mas penso que, nesse caso tão delicado, não há espaço para esquerda e direita.

EditorialVogueSandyTres

Acho melhor ver essa atitude da Vogue América com um compadecimento a catástrofe. A equipe da revista está em Nova York; deve ter visto o sofrimento de que viu o Furacão Sandy passar. Desrespeitoso são fotos de certa personalidade brasileira, feliz em meio ao caos.

A moda luta, protesta, seduz e contesta com as armas que tem, no caso o editorial. Mas ela também vive de satisfação, desejo, dinheiro e obsolescência sazonal, características fundamentais para sua existência. É equilibrando os dois lados que o fenômeno “moda” existe e acontece. Fim da história.

2 Comentários

Arquivado em Comportamento, Moda, Uncategorized

Som de sexta: Taylor Swift

Companheiras, amigas deste blog, hoje nosso som é para as meninas que têm namorados que vão e voltam. Mas que nunca ficam com elas de verdade, não conseguem seguir firmes em uma relação. É a música We are never ever ever getting back together, da Taylor Swift.

Red, onde essa música foi gravada. Não dá vontade de usar batom vermelho vendo essa foto?

Red, onde essa música está. Não dá vontade de usar batom vermelho vendo a foto?

Em todo o caso, se você não sofre desse mal, ouça o som. O clipe é divertidíssimo, com vários animaizinhos cantantes, e o figurino da Taylor é impecável. Penso que a inspiração para os looks foi tirada dos anos 1950, 1960

Olha só!

#ficaadica

Deixe um comentário

Arquivado em Som de sexta

As semanas de moda que você não conhece

Quando a gente começa a se embrenhar pelo mundinho fashion, acha que moda, no Brasil, só no sudeste. Para ser mais exata em São Paulo. Mas a banda não toca só essa música, pessoas.

A indústria da moda produz em todos os lugares, para todos os tipos de gostos, bolsos e pessoas.  Afinal, quando a coisa é democrática, a tendência é que renda mais.

Percebendo isso vou falar sobre o mundinho fashion nordestino, onde estive há pouco. Começarei pelo Piauí, considerado o 9º polo de moda do Brasil segundo dados do Sindicato das Indústrias do Vestuário e Calçados do estado.

Como o lugar é extremamente quente, as roupas são voltadas para o verão, que dura o ano todo. Separei essa foto da Semana de Moda realizada em Teresina, capital do estado, em 2010.

Peças da marca Vista Modas (Fonte: Cidade Verde)

Peças da marca Vista Modas (Fonte: Cidade Verde)

Outro evento fashion interessante que acontece por lá, precisamente em Fortaleza, Ceará, é o Dragão Fashion. Adoro esse nome. Bem inusitado para uma semana de moda. Lá temos a presença marcante de novidades e um espaço para reflexões “modísticos”.

Chique e artesanal. (Fonte: reprodução.)

Chique e artesanal. (Fonte: reprodução.)

Por fim, e não menos importante, o nordeste também é produtor do Bahia Moda Design, que, como o nome diz, se localiza em Salvador, Bahia. A iniciativa não mostra apenas desfiles, mas exposições, palestras e eventos voltados para os produtores de moda; profissionais, indústrias e criadores.

Criação de Vitorina Campos. (Fonte: Bahia Fashion Design

Criação de Vitorina Campos. (Fonte: Bahia Fashion Design.)

Diferente das semanas de moda realizadas em São Paulo e Rio de Janeiro, que misturam glamuor com negócios, e se expandem para o mundo, esses eventos têm caráter regional e focam em negócios nacionais.

Depois de tanto escrever, eis minha conclusão: a moda brasileira não se resume ao que se usa na praia. É artesanal e tecnológica, está em muitos lugares. Acho importante saber o que se passa em outras bandas para vermos que existe vida além do São Paulo Fashion Week.

Deixe um comentário

Arquivado em Evento, Negócios

Inspiração: saídas de praia

Ei, cá estou novamente! Fiquem felizes, soltem fogos!

Ok, não soltem fogos mas alegrem-se. Por esses dias em que estive fora viajei para o litoral do Piauí. Gente, coisa mais linda são as praias de areia branquinha.

Mas a blogueira que habita em mim não tirou férias e percebeu uma coisa: notaram que as saídas de praia estão diferentes? Há algum tempo encontrávamos na praia apenas cangas, aqueles tecidos estampados que se usa amarrado na cintura. Hoje essas peças se parecem mais com camisas, com vestidos curtos, longos…

Pensando nisso, resolvi fazer da inspiração de hoje as novas saídas de praia.

Se você não larga o pretinho básico por nada deste mundo, esta é sua opção. Feita de tecido leve, como pede o ambiente praiano, o modelo pretinho pode sair da praia e ir direto para um barzinho beira mar.

Preta e chique.

Preta e chique.

Para as garotas sexy e modernas, o modelo é esse. Pela foto, parece se tratar de um tecido encorpado, mas fluido. Perfeito para as altas temperaturas das areias.

Sexy...

Sexy…

É elegante? Certo, tenho uma ideia que vai te fazer feliz também. Um modelo clássico, com estampa elegante e harmoniosa. Legal que o branco deixa em evidência o bronzeado.

A cor branca põe em evidência o brornzeado.

A cor branca põe em evidência o bronzeado.

Gente, honestamente? Acabou que eu também me rendi as saídas modernas. Olha minha cara de #rhyca e #phyna nessa foto? (kkkkkkkkkkkkkkkk)

Veja a pose da moça, aiai...

Veja a pose da moça, aiai…

Deixe um comentário

Arquivado em Inspiração

Roupa de passeio

Eu amo ler revistas de moda. Foi assim que me encantei pelo assunto. Aí, nas minhas andanças, achei uma blusa com estampa de… Capa de revista!
Para completar minha felicidade com o resultado desta produção, encontrei uma bolsa de franja, meu desejo mais recente. No fundo do meu coração vive uma hippie. kkkkk

image

image

image

image

Desculpem a falta de cabeça em algumas fotos mas minha irmã Malena, a fotógrafa oficial aqui, não estava muito inspirada.
Outro aviso: nos próximos dias o bloguito andará devagar. Vou fazer uma viagem de férias e não sei como ficarão as coisas. Tenham paciência.
🙂

2 Comentários

Arquivado em Roupa de passeio

Inspiração: preto

Não faz muito tempo, uma pessoa querida me ensinou a considerar o preto a cor básica de qualquer guarda-roupa. Quando adolescente, eu não conseguia vestir outra cor, me sentia bem. Talvez me sentisse elegante. Aí, para declarar meu amor incondicional, ano passado estava decidida a receber 2013 todinha de preto. Acabou que não fiz isso. Para aliviar minha frustração, trouxe ideais de como usar preto sem susto.

A primeira sugestão mostra uma mulher clássica e seu preto amigo. Penso que esse tom é a elegância instantânea, afinal mistura o clássico e o mistério. Se você quer deixar sua marca, fica a dica para uma próxima reunião no trabalho.

Clássica e misteriosa.

Clássica e misteriosa.

Agora, vemos uma composição mais despojada e limpa. Me atrevo a dizer tratar-se de uma produção com uma pegada rocker. O preto está presente em qualquer banda do gênero que se preze então, para as garotas de atitude, a cor é uma ótima sugestão.

Rocker!

Rocker!

Você gosta de preto mas não se vestiria com ele da cabeça aos pés? OK. Trouxe uma produção bem moderna, começando pelo penteado do cabelo e terminando na saia amarela. A presença do tom forte faz a produção leve e descontraída, sem perder a modernidade da mistura de cores.

Mistura de cores.

Mistura de cores.

Animados com as ideias? Bora colocar tudo em prática?

Deixe um comentário

Arquivado em Inspiração